Natura Musical apresenta a nova temporada de “Sampleados” na Estação

18 de junho, 2019 - 07h14

 

Imagine um encontro no meio da floresta entre Fafá de Belém e Leona Vingativa. Ou um casamento que reúne as musas do tecnobrega com um ícone do pop regional. Vamos imaginar mais? Dona Onete e MC Dourado fazendo tremer o Ver-o-Peso, em Belém. Ou ainda: Keila Gentil e as Manas das Guitarradas nas aparelhagens mais incríveis da cidade.

Tem muito mais! E a gente vai te contar sobre essa festa da cultura paraense, que faz encontros de talentos incríveis para performar histórias que retratam o cotidiano paraense através de clássicos da nossa música.

O primeiro episódio da nova temporada estreia no dia 21 de junho, no YouTube. Logo depois, no domingo, 23 de junho, acontece o evento que marca a estreia de Sampleados 2019, no Teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas, em Belém. Todos os seis episódios serão exibidos lá.  Dos 420 lugares do teatro, metade será reservado para os artistas e convidados e a outra metade aberta ao público. A exibição será às 16h.

Após essa data, a cada duas semanas, um novo episódio será liberado no canal oficial do YouTube. A trama destaca a força da trupe talentosa que se firmou no empreendedorismo do audiovisual paraense e caminha para o cenário nacional. Nos novos episódios, eles mostram que é possível samplear humor, cultura, música e uma pegada engajada no significado social das letras.

Paulo Mendes, produtor de Sampleados, conta que “a segunda temporada vem recheada de novidades, entre elas e talvez a mais marcante, a direção, com uma nova ótica para o projeto. Destacamos, também, a inclusão de diálogos que criam uma maior interação e empatia entre o público, personagens e a história. Muito além da floresta e dos rios típicos da Amazônia, trazemos a cultura de periferia de Belém, os guetos, as festas, as aparelhagens. Tudo isso com muita cor, diversidade e empoderamento”.

Luiza Chedieck, diretora da nova temporada, comenta que “o público pode esperar comédia, drama, floresta e romance nesses episódios que vêm por aí. Espero que eles sintam orgulho do nosso universo, como eu também sinto”.

“A coletânea que a gente lança, agora, marca a primeira vez que o Sampleados teve contato com uma produção cinematográfica. Equipe, camarim, transporte e burocracia fizeram parte do pacote. É um processo de troca de experiências com todo mundo. Artistas, produtores e amigos criam coletivamente uma pequena jornada para quem assiste, e um grande aprendizado pra quem movimenta a cena”, diz Léo Platô, diretor e produtor da websérie.

O projeto foi selecionado pelo Natura Musical por meio do edital 2018 com o apoio da Lei Semear. “Coletivos como o Sampleados ampliam a voz de movimentos efervescentes que buscam maior espaço dentro e fora do mercado musical”, afirma Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura. “Ao investirmos nesse formato de projeto, apostamos em toda a rede de pessoas conectadas por propósitos socioculturais, multiplicando assim o alcance de um patrocínio”.

A temporada conta ainda com o apoio de Cerpa Nevada e Petruz Acaí.

SINOPSE

Conheça os novos episódios e elenco os seis episódios da temporada 2019:

 

1. Episódio do Gringo:

Um gringo paulista (MC Dourado) acaba de chegar no Pará e é recepcionado por seu amigo local (Maderito), que o leva para conhecer o Ver-O-Peso. Ao chegar lá, ele dança o ritmo do calypso cantando por Dona Onete e acaba sendo seduzido por uma erveira (Nanna Reis). Ela o encanta com a jamburana, mas esse amor talvez não dure muito.

2. Episódio do Casamento:

Um ricaço (Markinho Duran) viaja do interior para a capital para viver loucuras e encontrar-se com sua amante (Valéria Paiva). Ele, no entanto, está de casamento marcado. E o mais inesperado é que sua noiva (Viviane Batidão) é a melhor amiga da amante.

3. Episódio das Meninas Malvadas:

Frustrada e decepcionada amorosamente por conta de uma ligação a cobrar, uma estudante (Paulinha Miranda), coloca seu namorado (Pelé do Manifesto) em um livro da queimação e o expõe para toda turma da escola. Ele, no entanto, parece determinado a reconquistar o amor dela.

4. Episódio da Rainha:

Jovem e meiga, uma garota comum da cidade de Belém (Nira Duarte) está perdidamente apaixonado por um rapaz (Martin) e não recebe aprovação do seu pai. O motivo é justo: o rapaz é traficante. O romance dos dois ganha novos rumos quando ela descobre que está grávida. 

5. Episódio da Mata:

Três garotos saem da cidade para passar as férias com a avó (Fafá de Belém) em uma área ribeirinha de muita mata. Ela os instrui a brincar no campo, mas avisa para terem cuidado com as visagens depois do anoitecer. As crianças parecem esquecer da recomendação da avó e se perdem entre todos os seres fantásticos da floresta amazônica.

6. Episódio da Aparelhagem:

A líder da Equipe da Galera da Lage (Keila) vai enfrentar a líder da Equipe Mega Pek (Thaís Badú) em uma festa de aparelhagem comandada pela DJ Meury. Em um concurso de dança, só uma delas sairá vencedora. Mas as duas estão dispostas a dar tudo de si pelo prêmio em dinheiro. 

SERVIÇO:
Evento de lançamento: 23 junho, Teatro Maria Sylvia Nunes, Estação das
Docas, em Belém.

Uma parceria entre Sampleados e Pará 2000.

Exibição: 16 hr

Convites gratuitos para o público na bilheteria do Cine Estação. 

Obs: No mesmo dia 23, a partir das 19 horas, será exibido no Cine Estação,
o documentário Clara Estrela (ingresso R$ 12)

SOBRE SAMPLEADOS

Na cena cultural paraense, os sentidos de samplear e viralizar se tornaram muito próximos. O movimento Sampleados nasceu em 2015 e veio como uma pororoca. Logo na primeira temporada, foram mais de 2,6 milhões de visualizações na internet. O Pará entendeu que podia ser palco para suas próprias histórias no audiovisual e os artistas da casa, finalmente, se tornaram protagonistas. O público identificou o sotaque, sintonizou memórias afetivas de melodias antigas e compreendeu o novo – o sampleado - como algo familiar. 

Mas como definir Sampleados? De forma direta, Sampleados é uma série de ficção musical, com episódios que retratam o cotidiano popular, carregado de mensagens tipicamente paraenses.  Os protagonistas performam as histórias através de mash-ups, que são composições criadas a partir da mistura de duas ou mais canções pré-existentes: brega, calipso, lambada, melody, tecnobrega, dos antigos aos atuais. As letras das músicas viram diálogos das tramas que representam a realidade fantástica do paraense. Realidade, aliás, que encantou o Brasil. Sampleados é diferente do que a gente costuma ver por aí.

Léo Platô, diretor e produtor da webserie, explica que “tudo começou porque não existiam registros visuais das músicas que nós gostávamos. Realizar a primeira temporada mostrou que era possível produzir conteúdo relevante com as lembranças afetivas da nossa cidade. Costurar as músicas pelas letras e transformar as melodias em novos sons, criando visões para as histórias melodramáticas das músicas autorais da região do Pará”.

“Fazer a produção executiva, dirigir e roteirizar os novos episódios de Sampleados foi uma honra pra mim. Sei que as músicas e os artistas que trabalham com a gente representam muito para a memória afetiva do público e do nosso Estado. Me senti abraçada e encontrei muita generosidade pelo caminho. Dei meu melhor durante todo o processo dessa produção que, oficialmente, durou 6 meses. Fiz isso por mim, também. Mas principalmente pelo Pará. Pela nossa arte e pela nossa gente. Nós merecemos todas as luzes, palcos e telas. Fui movida por esse amor gigante”, diz Luiza Chedieck.

OS EMPREENDEDORES

Sampleados não é só um case no mundo artístico-musical. Empreendedorismo define os jovens talentos criadores, produtores e diretores da web série, que tem na linha de frente Léo Platô (roteiro, edição e direção musical);  Luiza Chedieck ( direção , roteiro e produção); o produtor musical Will love; Paulo Mendes, na produção geral;  Kamilla Ferreira,  assistente de produção e direção de arte; e Ketlen Susy, na produção de figurino.

Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 418 projetos - entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. O último edital do programa neste ano selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais. A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente para a rica e pulsante produção musical brasileira.