Feira ‘Art e Chic’ tem edição especial do Dia das mães neste domingo, dia 5, na Estação das Docas

03 de maio, 2019 - 13h32
Um passeio na Estação das Docas é sempre uma boa pedida para o final de semana. Melhor ainda, quando é possível visitar uma Feira de Artesanato e Moda que mistura gastronomia e música num só lugar. 
 
A Feira Art e Chic chega mais uma vez à Belém e bate ponto, neste domingo, dia 5, a partir do meio dia, em um dos mais lindos pontos turísticos da capital paraense, a Estação das Docas. 
 
Bastante aguardada na cidade em datas comemorativas, como Natal, Dia das mães, Dia dos Pais e Círio de Nazaré, a feira oferece ao público o que há de melhor do mercado autoral com preços bem acessíveis, uma praça de alimentação que valoriza os sabores paraenses e ainda um Show Musical.
 
            As atrações culturais do evento são sempre regionais. Já passaram pela Feira os artistas, Nilson Chaves, Marcho Monteiro e Lucinha Bastos. Para esta edição Especial do Dia das Mães, se apresentará, às 18h, a Banda Warilou. "A feira foi realizada pela primeira vez em dezembro de 2017 e de lá pra cá já alcançou 8 edições, impactando cerca de 180 expositores e atraindo um público de 25 mil pessoas. É um sucesso”, ressalta Chrystiane Nery, organizadora do evento.
 
 
 
Evento impulsiona pequenos negócios - O desemprego ainda é um desafio para o desenvolvimento do Brasil. Afinal, no ano passado, 19 capitais brasileiras apresentaram índice de desemprego maior que a média nacional (12,3%), segundo o IBGE. Nesse panorama, o trabalho por conta própria vai tomando um importante espaço na economia.
 
No Pará, essa fatia representa 25, 4% (23,3 milhões de pessoas) do total de pessoas ocupadas. Quem faz parte dessa estimativa é a microempreendedora Individual - MEI, Gabriela Mouta, que vende óculos de sol, armações de grau e bijuterias.  
 
A ex-gerente de vendas de multinacionais decidiu diminuir o ritmo de viagens e ficar mais próxima da família, saindo do emprego de carteira assinada para se tornar MEI. “Depois de trabalhar 8 anos em duas grandes empresas, decidi investir no sonho de montar o meu próprio negócio. Comecei em abril de 2016 a vender bijuterias, depois de participar em diversas feiras, passei a vender também os óculos e agora vou dá mais um passo para atender nossos clientes, vou vender lentes também”, diz animada, Gabriela.
 
 
 
Feiras Criativas – Muitos microempreendedores aproveitam as feiras abertas como principal vitrine de seus produtos e como oportunidade de aumentar a clientela. E para muitos tem dado certo. “A gente ganha em um dia, o que conseguiríamos em um mês”, revela Gabriela.
 
Seguindo o tema sustentável da economia criativa que é uma tendência de mercado, a artesã, Giana Rocha, viu seu trabalho artesanal ser mais valorizado pelos consumidores quando passou a participar de Feiras Temáticas, abertas ao público.
 
A artesã confecciona bolsas com folhas de árvores, como berimbá, ajirú, gravioleira, entre outras. 70% das peças são de produtos orgânicos. Uma verdadeira reciclagem da natureza. “Eu procuro sempre utilizar folhas caducas, que são aquelas que caem naturalmente das árvores, elas têm um colorido específico e são mais fáceis de manipular no processo de desidratação. Além disso, as alças são de madeira de descarte”.
 
As peças chamam muita atenção. Mas como a produção artesanal ainda é pequena, não deu para abrir uma loja física. E a participação nas feiras preenche essa lacuna.
 
 
 
SERVIÇO: Feira de  Artesanato, Moda e Gastronomia “Art e Chic Belém” - Dia das Mães.
 
Show Musical da Banda Warilou
 
Data: 05/05/2019
 
Horário: 12h às 22h
 
Local: No Armazém 3, na ESTAÇÃO DAS DOCAS. Boulevard Castilho França. Campina - Belém-Pa.
 
Sugestão de Entrevistados:  Idealizadora, Chrystiane Nery. Giana Rocha - artesã; Gabriela Mouta - MEI.
 
Mais informações: (91) 9111-8348 / (91) 98300-7712